Menu










Com fogo não se brinca! Guia Prático para Professores Ensino Fundamental I
24Jul2011 22:40:44
Publicado por: (......)

 Amigos convido a leitura de uma matéria com textos de minha autoria e pesquisa. Edição 87 - Julho/2011. Mas atenção errata, eu trabalhei no Espaço Ciência Viva, Rio de Janeiro, na Tijuca.

Todo dia é dia de aprender - 18 experiências superinteressantes para fazer nas férias.

 

link : http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/87/com-fogo-nao-se-brinca-apresente-aos-alunos-as-225093-1.asp

 

Data Comemorativa

Envie para um amigoImprimir

02/07: DIA DO BOMBEIRO

Com fogo não se brinca!

Apresente aos alunos as maravilhas e os perigos do fogo

Por Camila Miranda


 

 

Objetivos:
* Promover a interação e reconhecimento do ambiente escolar
* Estimular a prevenção de incêndios de forma lúdica
* Desenvolver a psicomotricidade ampla e fina
Desenvolver o raciocínio lógico, abstrato e estratégico
* Conhecer suas potencialidades e limites dentro do espaço real
* Buscar condutas de cooperação, criatividade, solidariedade e cidadania

Faixa Etária: 4º e 5º ano

 

 

Ilustrações: Shutterstock

Na antiguidade, o homem era um ser indefeso em relação ao mundo ao seu redor. Foi batendo pedras que ele descobriu o fogo e conseguiu iluminar sua moradia, cozinhar, espantar os animais selvagens e aquecerse nas épocas de frio. Hoje em dia o fogo é essencial para o ser humano, e para existir fogo é necessário haver combustão, que é o resultado de dois componentes básicos: combustível e comburente. “Quando um pedaço de madeira queima, o combustível é o carbono da madeira e o comburente é o oxigênio do ar”, explica Carlos Campagner, mestre em engenharia mecânica pela Politécnica da USP e autor do livroFísica no Cotidiano.

Mas além de todos os benefícios, deve-se ter muito cuidado. Um dos perigos é o incêndio, em que as chamas propagam-se rapidamente atingindo todo o local de forma descontrolada. Para isso, temos o profissional chamado de bombeiro, treinado para apagar e minimizar incêndios. Carlos Campagner afirma que “a melhor maneira de se apagar um incêndio é prevenindo, ou seja, não deixando que ele aconteça”. A psicopedagoga Gisele Lemos, da Escola Bloom, do Rio de Janeiro (RJ), trabalhou na Estação Ciência Viva e aproveita para dar uma atividade com dicas de como prevenir um incêndio na escola e até mesmo como proceder diante de um.

Saiba mais!

No dia 2 de julho de 1856, o Imperador D. Pedro II assinou um Decreto Imperial que regulamentava o serviço de extinção de incêndio. Já em 1954, para oficializar a importância desta profissão, foi decretado oficialmente que todo dia 2 de julho seria dedicado aos bombeiros.

 

 



Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.