Menu










O Jacaré e o Peixe
26Mai2011 13:42:07
Publicado por: (......)

http://www.youtube.com/watch?v=oTopwRoapbY&feature=youtu.be

 

Amigos essa história é sobre um Jacaré e um peixe que moravam no riacho.

 

O jacaré cismou com o peixe e como estava faminto, queria comê-lo.

O peixe disfarçava, fugia como podia, mas a situação estava mesmo insustentável para o peixe.

Foi quando apareceu um grilo para ajudar e chamou o pássaro.

O peixe não queria ser comida de jacaré.  O grilo que chamou o passarinho para ajudar não sabia que o passarinho chamou o cavalo, e o passarinho não sabia que o cavalo chamou o elefante, e todos assim juntos reunidos, queriam auxiliar o peixe. Coitado do Jacaré!

E tiveram uma excelente idéia.

Já que o jacaré não iria mesmo sossegar enquanto não comesse o peixinho.

O cavalo assustou o jacaré para um lado e o elefante correu para a fazenda trazendo com a ajuda do passarinho um balde vazio.

O grilo pulou e disse na orelha do elefante que ele abaixasse bem a cabeça, até sua tromba alcançar às águas do riacho.

Feito isso, o pássaro pediu que o peixe pulasse sem medo no balde e que o elefante esperasse ele entrar. E junto com a água do riacho, ele iria ficar por ali no balde, até que a boca enorme do jacaré fechasse.

E o jacaré que já nesse momento se preparava para morder o peixe, ficou a ver navios no além mar...

E sem nada para comer, o jacaré foi sobreviver em outra freguesia.

Assim os animais felizes, resolveram fazer uma boa festa em noite de Lua Cheia na beira do Riacho para comemorar, o peixe voltou para o riacho, é claro.

E o Jacaré? Quem sabe? Quem viu?

FIM

Essa história é uma atividade de musicalização infantil com os instrumentos.

Cada criança devera ter um instrumento e tocar na hora em que o seu instrumento (animal) for citado.  Por exemplo, os coquinhos poderão representar o cavalo, e toda vez que aparecer o cavalo o coquinho toca.  E assim por diante.

Uma maneira divertida de aprender, ouvir, tocar instrumentos e da criança participar da história.

Gisele Santana, Rio de Janeiro, 26 de maio de 2011.



Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.