Menu










Papai Noel, Um desejo e dois pedidos (Conto de Natal para crianças)
20Dez2009 16:10:52
Publicado por: Diana Balis

Papai Noel, Um desejo e dois pedidos

 Imag.174.jpg

 

Certa vez Papai Noel saiu de sua casa no meio da floresta coberta de neve, com as árvores em volta tão altas, branquinhas e bonitas, para ouvir das crianças.  O que gostariam de ganhar de presente de Natal.

Uma menina muito simples de 7 anos, aproximou-se dele e fez um pedido.

- Papai Noel eu quero um piano armário.

Papai Noel achou muito difícil encontrar um piano armário nessa época.  Mas é claro que não iria desapontar a menina.  Despediu-se e foi voar com seu trenó a procura do piano armário.

Um piano armário, não é como o piano cauda é diferente e talvez, não se produzissem mais esse tipo de piano, ele pensava.

Papai Noel tinha muitos amigos.  Um deles tinha uma loja de brinquedos, então ele foi até lá.

O amigo não tinha piano, mas deu a Papai Noel um lindo saxofone.

Que tocava assim fomfom fomfomfom forofomfomfomfom

O saxofone é um instrumento de sopro inventado por Adolphe Sax que deu seu nome para o instrumento.  O som é muito bonito.

Mas não era o presente que a menina queria.  Papai Noel agradeceu, colocou o instrumento no saco e saiu à procura do piano armário.

Lembrou que tinha outro amigo conhecido de muitos anos que fabricava instrumentos. E foi voando para lá.  E descobriu que ele não fabricava piano armário. O seu amigo fabricava um lindo instrumento de cordas friccionadas que o Papai Noel conhecia e tocava muito bem.  

Ele colocou o instrumento de leve no ombro esquerdo e o seu queixo na queixeira e com o arco tocou bem rápido o instrumento, saindo um som agudo numa linda melodia de Princesas!

hiimmmhimmmhimmihimmmmooohommmmmmommmmm

Como era uma fábrica de violinos Stradivarius, Papai Noel observou com atenção todas as explicações.  Ganhou um violino para colocar no saco e saiu em busca do piano armário.

A menina tinha que receber esse presente difícil de encontrar Papai Noel voando escutou uma música e desceu falando com suas Renas eiaaaaaeiaaaa Parar!

As Renas silenciaram e pararam como estátuas.  Desceram num local bem diferente.

Papai Noel escutou um som forte que vinha dos instrumentos de percussão que faziam o som: panapanapaaapanatchitampamamchcchcictamrtamampamamaamtchtampam tchatma

Eram muitos pandeiros!!

E depois entraram várias pessoas com muitos instrumentos tocando

Pomm pa pomm pa pom pa pom pa  Eram os tambores.

Papai Noel gostou muito de saber que na época do Natal as escolas de samba ensaiam músicas e tocam todos esses instrumentos de percussão.  Os pandeiros e tambores que ele ganhou, é claro que colocou em seu saco de Natal para dar as crianças, mas já era tarde.  Papai Noel precisava achar o que queria, ele tinha pressa de agradar uma menininha.

E numa praça, havia um local aonde tinha um bom velhinho parecido com Papai Noel.  Ele era feliz e tocava um instrumento que soprava o ar pela lateral, um instrumento de sopro muito antigo de som melodioso, doce e suave que produz um som assim: fifuifufifufufiffiufuffifififififiuffifiuu. 

Era uma flauta transversal.  

Porém o velhinho, não tinha informações sobre um piano armário. Ofereceu a flauta transversal ao Papai Noel que agradecido despediu-se com um HOHOHO e partiu.

O Papai Noel reparou que seu saco de brinquedos já estava ficando cheio, mas ainda não tinha o que procurava.

Resolveu ir mais para longe e com a ajuda de suas quatro Renas, voou até avistar uma cultura africana da região do Saara e ouviu uma música suave quase celestial  Tlimtlimtlim tlimtlim. 

E viu que era um lindo e grande instrumento, até parecia de um gigante, será que era de alguma outra história? Um instrumento de 47 cordas de forma triangular que parecia um arco de caça e tinha uma linda pintura de ouro em cima, que se tocava dedilhando com as mãos e como fazia um som lindo! Era uma harpa!

Papai Noel pediu e ganhou a Harpa que colocou em seu saco e voou para o outro lado do mundo. Mais confiante do que nunca.

E avistou no caminho uma casinha no meio da mata fechada e escura.  Um lugar sombrio e perto de um lago esverdeado por ser cheio de lodo.  Um lugar muito estranho e assustador.  Ouviu um som de dentro do casebre: Doremifá fásollásidó Era de um piano!

Papai Noel saltou depressa do trenó e resolveu bater na porta.

Toctoctoc! Toctocto

E de repente apareceu uma moça vestida de preto, era uma bruxa? Mas ela era tão bonita? Será que era boa ou má?

Papai Noel resolver arriscar, contou a ela tudo o que tinha feito e o seu percurso.  Todos os lugares que visitou e o que procurava. 

Papai Noel não sabia o que ela faria com ele, ele nunca tinha visto uma bruxa tão bonita!

Ela contou a Papai Noel que nunca saia daquele lugar e sempre ficava sozinha. 

Apenas tinha aquele lindo piano armário para acompanhá-la.

E Papai Noel contou a ela sobre o desejo da menina.  Ele não iria pedir o piano para a bruxa bonita, mas para sua surpresa, ela era uma bruxa boa, deu a ele o único piano armário que possuía, para que Papai Noel desse de presente a garotinha.

Papai Noel em retribuição, deixou vários instrumentos para que a bruxa bonita montasse uma orquestra.  Ela agradeceu.  E quando Papai Noel ia partir, ela contou a ele que tinha sido enfeitiçada e não sabia nem como, nem o porquê e como poderia acabar com aquele feitiço.

E fez um pedido a Papai Noel para que ele descobrisse como transformá-la e terminasse o feitiço.

E quando Papai Noel sobrevoava a casa da bruxa bonita, veio um vórtice com o vento forte que formou um furacão em cima do casebre.  E foram levantando as folhagens e tudo se mexia lá embaixo.

E como numa magia, o casebre virou um lindo Castelo cor de rosa.  A Bruxa linda transformou-se numa verdadeira Princesa de Vestido Azul com pedras brilhantes coloridas e as árvores ficaram vistosas.  Apareceram flores, soldados e todo local transformado para surpresa de Papai Noel.

Papai Noel retorna de sua grande viagem.  Encontra a garotinha para atender ao seu pedido e lhe oferece o piano armário.  Era tudo o que ela tanto desejava.  Ela abriu o presente e de imediato, alem de agradecer deu um forte abraço em Papai Noel e sentou-se no piano.  Tocou como uma grande musicista.

E assim como uma mágica vinda do ar, a pianista brilhava na sua primeira apresentação sem nunca ter tido um piano. 

Ela tinha um dom. 

E na mesma hora que ela tocava, caiu voando do céu um envelope.  Nesse envelope continha um grande agradecimento da Princesa que Bruxa, que ofertou a Papai Noel um lindo cartão de Natal que o comoveu. 

O segredo da Bruxa bonita estava na magia do piano armário.  Ao satisfazer o desejo da menina, ela se transforma em Princesa e se livra de um feitiço que durava séculos.

Todas as duas a menina e a Princesa estavam muito agradecidas.  Comprometeram-se a ajudar o Papai Noel em todo Natal.

Dar abraços, cartões e cantarem alegrando a todos.  Unindo todos os instrumentos, tocando e cantando juntas as canções Natalinas.

 

Fim.

 

Diana Balis, Rio de Janeiro, Dezembro de 2009.

 



Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.